MorningStar Mills & Decew Falls

Visitamos St. Catharines, cidade há uma hora de Toronto, especialmente para conheçer estes lugares (ou essa cachoeira), que ficam na mesma propriedade. Há mais atrações em St. Catherines, porem quero dedicar este post a esta experiencia tão especial.
 

Vista d0 pé da cachoeira, o moinho fica bem acima.

O Morningstar Mills fica na 2714 Decew Rd, St. Catharines, ON, o acesso de carro e muito fácil e há também alguns passeios turísticos que saem da cidade e te levam ate lá.
A entrada e gratuita e o local e mantido por doações e boa vontade dos voluntários. Há opção de comprar farinha produzida no moinho ou simplesmente deixar doações para ajudar a manter o local, acho que é super justo, já que o trabalho deles é incrível. Além da manutenção e restauração do Moinho e da Casa Principal, há voluntários respondendo a perguntas e disponíveis para tours guiados e gratuitos.

O moinho foi construído em 1867 e propriedade pertenceu a mesma família por quase um século. Nos anos 90 a última descendente da família doou a propriedade para a cidade de St. Catarine, e  o trabalho dos voluntários tornou a propriedade um museu a céu aberto.

Na parte da frente você pode visitar o moinho, que foi construído à beira do abismo em cima da cachoeira, dá ver a queda d’água pela janela. Há acesso a parte de dentro do moinho, onde você vê toda a estrutura do moinho e como ele funciona, todo o equipamento é original. Um dos voluntários está sempre lá para falar sobre a estória e funcionamento do moinho.

Na parte de traz da propriedade fica a casa da família, uma linda construção que mantem muita história dentro. Todos os móveis e utensílios são originais da família, assim como retratos, obras de arte e instrumentos musicais.

Um dos voluntários oferece um tour guiado pela casa, ou você pode fazê-lo por sua conta e depois tirar suas dúvidas. Recomendo o tour guiado, pois há muitas curiosidades pela casa, que passariam desapercebidas, por exemplo, a coleta de agua da chuva para molhar as plantas, o esquema que eles utilizavam para trocar o fogão a lenha dentro e fora da casa no inverno e no verão, os bordados e costuras que foram feitos pelos moradores da casa. Além da estória da família, que e muito interessante de conhecer.

Na propriedade também há uma ferraria (Blacksmith), que ainda funciona, e além das demonstrações para o público, belíssimas peças são produzidas lá.

Passando da parte histórica para a parte aventura em 3, 2, 1 …

No fundo da propriedade há uma trilha, que faz parte do Bruce Trail (confira aqui), e por esta trilha há acesso a cachoeira Decew Falls. Já irei dizendo logo no começo que não e uma trilha nada fácil, e que os voluntários do moinho não recomendam fazer sem preparo e sem sapatos adequados. Então, não recomendo que façam a trilha, fica aqui como conhecimentos gerais. Mas nós fizemos, realmente achamos arriscadas em algumas partes, porém, valeu total a pena.. E faríamos de novo… sim!

Fotos da parte média da Trilha

Sobre a trilha: é muito íngreme, com partes que são quase escaladas. Muita pedra e raiz, muitos galhos e até troncos para pular ou passar por baixo, lama em alguns lugares, poeira em outros. Então e aconselhável o uso de tenis ou um sapato próprio para trilhas. A mata não e muito fechada, mas e bom usar repelentes.

A trilha da acesso há 3 quedas d’agua Sendo a primeira de 35 feet e para chegar até ela a trilha não é tão complicada.
A água da cascata é muito farta oque faz da cachoeira exuberante. Dá pra ir até  a queda, o lago em frente não e fundo em nenhum ponto.

A partir dai que a trilha fica emocionante, por que praticamente você passa em cima desta primeira cachoeira, numa trilha bem estreita e em baixo é a cachoeira. Há também um parte longa onde você vai beirando a encosta, uma passagem bem ingrime e cheia de galhos. Esta parte não é longa, e logo você avistará a segunda queda, que vem do meio da encosta, ela e muito bonita. Mas a atracão mesmo esta há alguns metros a frente.

A Decew Falls, com seus 65 feet de beleza, uma lago delicioso em frente para tomar banho e ainda a possibilidade de andar atras da queda. Ou seja, tem tudo que um apaixonado por cachoeira pode querer.
A agua incrivelmente não estava gelada como imaginamos, por que aqui as aguas são sempre bem geladas. Ela estava fria, maravilhosa para se banhar.

Posso dizer que a vista da cachoeira e o banho no lago fazem toda a trilha valer a pena.

Caso você resolva encarar a trilha, levamos cerca de 2,5 a 3 horas ida e volta (por que não somos do tipo atlético, temos criança, e paramos toda hora para fazer foto), recomendo: sapato adequado para a trilha, repelente e protetor solar, agua e lanche na mochila, maquina fotográfica, celular para registrar a aventura.

Esta e nossa dica primeira dica sobre St. Catherines, aguardem que vem mais um post por aí.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s